O valor da integridade

Num mundo em constante transformação e amplo acesso à informação, somos frequentemente surpreendidos com notícias que colocam em jogo a reputação de governantes e empresários. Seja na política ou economia, no Brasil ou em qualquer outra parte do mundo, muitos são os exemplos dos quais a honestidade e ética ficaram em segundo plano. E isso se dá, provavelmente, pela ganância por poder e dinheiro, na busca de se beneficiar a qualquer custo, sem se importar com consequências futuras.


Nas organizações, o que se espera é que um líder consiga pensar, expressar-se e agir de forma coerente. Segundo recente pesquisa da Robert Half, com mais de mil trabalhadores e dois mil diretores nos EUA, a integridade é a competência primordial em líderes. A característica foi considerada fundamental para 75% dos trabalhadores e para 46% diretores.


É ótimo perceber que esse atributo é valorizado num ambiente competitivo e que visa o lucro consistente. Integridade é a linha mestra, a coluna, a espinha vertebral da vida de todos nós. Algumas pessoas acreditam que não é tão importante ser íntegro para ter sucesso, mas sem isso o sucesso é curto, morre rápido, e dificilmente há oportunidade para a segunda geração.


Para uma organização ter uma base sólida e um futuro de longo prazo, seja uma empresa ou um partido político, a liderança deve ter coragem e sabedoria para persistir no caminho mais difícil da integridade. E vai ser necessário aceitar algumas derrotas no caminho e saber que a integridade é construída diariamente, independente do grau de responsabilidade da ação.


Mais que isso. Além de praticada no ambiente organizacional, tal atitude deve ser executada na vida pessoal. Quando diz para o seu filho “come os legumes!” e não põe o que está a cobrar em prática, a solução é parar de falar ou começar a comer legumes. Nada duradouro se cria somente com um discurso. O pensamento, a fala e a ação precisam de ser coerentes. Quando esses três elementos estão coesos, há uma carga enérgica tão forte dentro de si que é quase impossível alguém o parar. Líderes que praticam esse exercício diariamente sabem o quanto isso ajuda a engajar os colaboradores a fazerem o mesmo. Dessa forma, além de ter equipes mais motivadas, será perceptível a melhoria no desenvolvimento dos negócios, atraindo clientes e investidores.


Assim, quando se quer ter uma organização duradoura, uma trajetória produtiva, é primordial começar a avaliar a própria vida e descobrir o que está desalinhado. Este não é um processo fácil e requer compromisso. O ser humano tem a tendência de se enganar, de mentir para si mesmo às vezes sem nem perceber, e quando isso ocorre perde integridade, e no decorrer da vida isso perverte seus objetivos. Os executivos têm, pelo menos, no dia-a-dia organizacional, milhares de oportunidades de receber um feedback efetivo, sincero e coerente. Mantendo essa postura será possível conseguir descobrir onde está a errar. A mudança está dentro de cada um e há sempre tempo para ser justo e honesto, consigo mesmo e com os outros.

 

Por: Eliana Dutra, CEO da ProFitCoach e primeira master coach certified pela ICF da América do Sul

Fonte: http://www.rhonline.pt/artigos/assessment_e_coaching

 

 

 

 

 

Recursos Humanos

Consultoria para implantação de práticas de Gestão de Pessoas. Realização de Pesquisas de satisfação auxiliando a empresa no planejamento de estratégias. Recrutamento e Seleção através da metodologia Seleção por Competências. Avaliação Psicológica: Espaço Confinado, Potencial.

Engenharia e Serviços

A MANES presta serviços de assessoria, gerenciamento e fiscalização de obras industriais, comerciais e residenciais.

Domus Temporário


O trabalhador temporário pode atuar tanto na atividade-meio, quanto na atividade-fim da Empresa Cliente.

Cadastre-se Aqui


Cadastre-se gratuitamente. Clique abaixo e preencha seus dados profissionais e pessoais candidatando-se nas oportunidades de seu interesse. Boa Sorte!

Manes RH - © Copyright 2008-2011 - melhor visualizado na resolução de vídeo 1024x768 pixels.
Desenvolvido por